• 1
  • 2
  • 3
  • 4
  • 5


Endless, Nanoline, Uniline, Femtoline, Borderline, Headliner… A coleção de perfis da Delta Light® continua a crescer e a melhorar, permitindo-lhe jogar com as linhas de luz. Lâmpadas LED ou contínuas, estão disponíveis opções intermináveis.

As linhas de luz contínua fazem parte da iluminação arquitetónica há muitos anos. Esta técnica de iluminação – principalmente utilizada para fins meramente funcionais desde a invenção da lâmpada tubular – passou a fazer parte da mentalidade criativa dos arquitetos e designers, por motivos muito diferentes.
Alinhar lâmpadas fluorescentes não só é eficaz e prático como também cria uma linha que percorre a sala, dando a ideia de que é maior. As linhas de luz também podem ser consideradas como a cópia artificial das grandes claraboias, imitando o efeito da luz solar, conferindo às salas um aspeto maior e proporcionando uma maior sensação de luz.

Ao contrário da utilização industrial – em que as linhas de luz parecem duras e frias – os arquitetos e os designers posicionam as linhas de luz numa forma mais discreta ou gráfica, realçando a utilização do espaço e não a luminária. Isto cria uma atmosfera de luz geral suave, adicionando serenidade e conforto à sala. Além de tornar a sala maior, também orientam e podem ser utilizadas para acentuar paredes, superfícies e estruturas. A iluminação Alcove, por exemplo, é muito utilizada juntamente com os perfis de alumínio trimless em tetos e paredes. As linhas de luz direitas e suspensas fazem a luz flutuar no espaço, especialmente quando combinadas com iluminação indireta. Também é possível criar um esquema de iluminação mais gráfico nas superfícies para acentuar a estrutura do edifício.

As linhas de luz podem ser facilmente combinadas com outras fontes de luz como projetores. É possível criar um esquema de iluminação dinâmico com luz de cor nas paredes ou objetos ou indiretamente em tetos. Tal ganhou muita importância nos últimos anos devido ao desenvolvimento da tecnologia LED. Juntamente com o tubo fluorescente, esta tecnologia é principalmente utilizada em iluminação enseada e linhas de luz. As luminárias LED ocupam menos espaço permitindo criar linhas e curvas mais finas, seguindo as linhas orgânicas na arquitetura do edifício.

No futuro, as linhas de luz serão utilizadas de uma forma mais tridimensional. Passando do teto para a parede e fluindo no espaço, a integração da luz na matéria e estrutura dos edifícios melhora a atmosfera arquitetónica. A utilização incorreta da mesma pode criar uma sensação desagradável ou dar uma perceção de atmosfera fria. Como tal, deve fazer parte de uma abordagem integrada entre arquitetos e designers de iluminação com vista ao design de espaços e respetiva funcionalidade.

Uma parte essencial na qualidade da arquitetura é a qualidade da luz, mesmo a montagem mais discreta e invisível da luminária faz com que a luz passe despercebida ao observador.

Regressar ao topo